segunda-feira, junho 17, 2024
Bestpix365
InícioCassinoPinnacle na Copa: o Brasil contra europeus nos mundiais

Pinnacle na Copa: o Brasil contra europeus nos mundiais

Está chegando o momento em que milhões de torcedores, profissionais e apostadores esportivos concentram suas atenções em torno de um evento de tiro curto. Isto é, durante apenas um mês, todos os olhares se voltarão às partidas da Copa do Mundo do Catar. Afinal, é lá onde os maiores craques do planeta desfilam suas qualidades dentro das quatro linhas.

E a Seleção Brasileira é e sempre foi protagonista nesta competição com os seus cinco títulos mundiais, não é? Pensando nisso, preparamos este artigo, que trará como o Brasil se saiu contra seleções europeias no torneio e como apostar na Pinnacle na Copa. Vamos juntos?

  • Como o Brasil se saiu contra seleções europeias em Copas?
  • Desempenho nas primeiras fases dos Mundiais
  • Retrospecto na fase final
  • O Brasil levou a melhor em finais?
  • Há quanto tempo a Seleção não vence um europeu em Copas?
  • Como apostar na Copa do Mundo
  • Bonus do site vale a pena

Pinnacle na Copa: Como o Brasil se saiu contra seleções europeias?

É claro que alguns países europeus são considerados carrascos da Seleção Brasileira nos últimos 40 anos. Ou quem não lembra das derrotas para Holanda, França e Alemanha? Contudo há muita glória contra os países do velho continente.

Afinal, em todos os cinco títulos da Fifa, o Brasil derrotou seleções europeias na decisão. A partir de agora você confere quais foram as vezes que a Canarinho obteve êxitos contra equipes vindas da Europa, mas também obteve derrotas – algumas acachapantes.

Desempenho nas primeiras fases dos Mundiais  

Quando o assunto é primeira fase, a situação é bem favorável para o Brasil. De 1930 até 1998, foram 39 jogos, sendo 23 vitórias, 12 empates e somente quatro derrotas.

Das derrotas mais marcantes, afinal é elas que marcam quando o assunto é fase de grupos, destaque para a derrota para Portugal, na Copa de 1966.

32 anos depois, outra derrota inesperada para uma equipe europeia também na fase inicial. Na Copa de 1998, o time de Zagallo foi derrotado para a Noruega por 2 a 1.

” alt=”1998-pinnacle” width=”728″ height=”350″ data-=”” data-src=”https://apostasfc.com/wp-content/uploads/2022/08/pinnacle-98.jpg” />
Na Copa de 98, Brasil perdeu para os noruegueses no terceiro jogo da fase de grupos.

Retrospecto na fase final

Na fase final, seja em quadrangulares, oitavas, quartas, semifinais ou disputa de terceiro lugar, a Canarinho passa a ser mais derrotada e menos vitoriosa. De 1934 a até a última Copa do Mundo, em 2018, ou seja, em 84 anos, foram 21 vitórias, um empate e 10 jogos perdidos.

É bem verdade que as vitórias na fase final do torneio marcaram e muito. Afinal, em todas as cinco conquistas do Brasil tivemos vitórias marcantes no mata-mata. Como contra a França em 1958 e Suécia em 1994, ambas nas semifinais.

Ou ainda contra a Holanda e a Inglaterra, ambas nas quartas de final das Copas de 1994 e 2002. Todavia, as derrotas foram muito amargas. E estamos falando de seleções como Holanda e França, nossos maiores carrascos em Mundiais.

Os holandeses venceram em 1974, 2010 e 2014. Já os franceses foram superiores em 1986, 1998 e 2006. Das derrotas cruéis, colocamos ainda as eliminações para Itália na Copa de 1982, para a Bélgica, em 2018, e claro, o surreal 7 a 1 para a Alemanha, em 2014 – a maior derrota possível.

” alt=”1958-pinnacle” width=”728″ height=”350″ data-=”” data-src=”https://apostasfc.com/wp-content/uploads/2022/08/pinnacle-suecia.jpg” />
Brasil aplicou 5 a 2 na França na semifinal da Copa de 1958.

O Brasil levou a melhor em finais?

Neste quesito, o Brasil tem saldo mais positivo do que negativo em decisões contra europeus. Isto é, tirando a tragédia do “Maracanaço”, em 1950, quando perdeu para os uruguaios, chegar à finalíssima contra europeus é praticamente sinônimo de taça.

Em seis oportunidades, a equipe brasileira venceu cinco, sendo uma contra a Suécia, Tchecoslováquia e Alemanha, e duas contra a Itália. A única derrota para uma seleção europeia em final de Mundial foi em 1998, para a França de um tal Zinedine Zidane. Ou seja, tá 5 a 1 para a Seleção!

Há quanto tempo a Seleção não vence um europeu em Copas?

Bom, quando chega esse assunto, a notícia é um tanto quanto desanimadora. Mas caso você queira se apegar ao lado bom, é só ver a última vitória contra uma equipe do Velho Continente na competição da Fifa.

O êxito foi contra a Sérvia (próximo adversário na Copa 2022), no terceiro jogo da fase de grupos do Mundial da Rússia, há quatro anos. Agora se for analisar a última vitória em cima dos europeus na fase final…

Já se passaram 20 anos, ou duas décadas, ou há quatro edições anteriores da última glória brasileira. Isto é, a última vitória do Brasil na fase de mata-mata foi contra os alemães, no pentacampeonato de 2002.

De lá para cá, foram quatro eliminações para europeus: França (2006), Holanda (2010), Alemanha (2014) e Bélgica (2018). Será que na Copa do Catar, que começa em novembro, a situação irá melhorar para o lado da única seleção cinco vezes campeã do mundo?

” alt=”2002-penta-pinnacle” width=”729″ height=”350″ data-=”” data-src=”https://apostasfc.com/wp-content/uploads/2022/08/pinnacle-2002.jpg” />
Brasil não vence europeus em mata-mata há 20 anos.

Como apostar na Copa do Mundo?

Agora que trouxemos as participações do Brasil contra europeus em Mundiais, precisamos falar o quanto é fácil se registrar na casa para apostar na Copa. Isto é, para se registrar na plataforma de palpites é muito simples, bastando apenas preencher seus dados com muita calma e efetuar o primeiro depósito.

E para palpitar no maior torneio de futebol do planeta, que acontece apenas de quatro em quatro anos, é mais fácil ainda. Basta ir até o menu vertical do site à esquerda e clicar na modalidade “futebol”. Logo após, ir até a seção “ligas”, depois ir em “principais ligas” e por fim clicar em “Copa do Mundo Fifa”.

Após achar a competição, você perceberá que já existem cotações e mercados abertos desde já para apostar na Copa. Ou seja, além de ter a oportunidade de fazer um pitaco no possível “Vencedor Final” do torneio, você também consegue apostar nos jogos da primeira fase. Como o mercado “1×2”, que é quando você faz uma aposta online no vencedor da partida.

” alt=”2022-pinnacle” width=”729″ height=”350″ data-=”” data-src=”https://apostasfc.com/wp-content/uploads/2022/08/pinnacle-2022.jpg” />
Aposte no Brasil na Copa do Catar!

Bonus do site vale a pena?

Caso já tenha pesquisado sobre algumas casas de apostas, é bem provável que você já tenha visto inúmeras promessas de bônus de boas-vindas, certo? Contudo, a grande maioria dos sites oferecem vantagens que chegam sempre acompanhadas de inúmeras restrições, como o chamado rollover.

Entretanto, na Betpix365 não existem essas restrições. Porém a casa não oferece o chamado bônus de boas-vindas. Ou seja, o bonus do site vale a pena? Não, pois ele é inexistente para apostas esportivas. Mas vale frisar que essa notícia ruim não se aplica em apostas em cassino online.

Mas para suprir a carência na área de esportes, a plataforma faz uma boa manobra: oferece ótimas cotações para apostar. Ou seja, é melhor possuir melhores odds do que conseguir resgatar um ou outro bônus de boas-vindas uma vez na vida, não é mesmo?


Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Populares

Comentários Recentes